Para Jesus não havia lugar

Para Jesus não havia lugar

Naquele dia, naquela ocasião.

E, em toda história, sempre dizem não

Ao que é o Autor de toda a Criação.

O egoísmo sempre está a reinar.

O homem busca só satisfação

Naquilo que é vão e que é ilusão,

E o vazio corroi o seu coração.

Só pode haver transformação

Quando se muda o modo de pensar,

E em Cristo, então, se passa a confiar,

E na vida é dEle o primeiro lugar.

Jesus se torna, então no coração,

Tesouro que não dá para comparar

Com nada que este mundo possa dar;

E Ele, novo rumo vem mostrar.

A minha alma, eu sei, é um lugar

Que abriga afetos e também paixões…

E abriga força para realizações…

E abriga idéias e imaginações…

Sua parede pode dilatar

E abrigar tamanha imensidão…

Como também pode, em contração,

Diminuir, ficar menor que um anão…

Com toda força do meu coração,

A Jesus Cristo eu quero convidar

Para que em minha alma venha se hospedar,

E, muito mais, venha se instalar!

Sua presença traz a imensidão

De um andar só para lhe agradar…

E de cumprir Seu plano singular…

De ter uma vida cuja essência é amar!

Gilberto Celeti

Lucas 2:7 – “não havia lugar…”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s