A ETERNA REDENÇÃO

Que adianta ter a crença na cabeça?
Ou tentar viver de modo virtuoso?
Atitudes que um crente, sim, expressa,
Mas que é fruto de algo bem mais precioso.

Na verdade o crente a Cristo está unido,
Batizado e sepultado em sua morte;
O poder da lei tem desaparecido,
Reina a graça do Senhor que é mais forte.

Não há como, nunca mais, ser condenado;
Verdadeira segurança e liberdade,
Ele tem porque com Cristo está casado,
E com Cristo pode andar em santidade.

Porque como Cristo foi ressuscitado,
E a justificação foi garantida,
Lá da morte o crente já foi levantado,
Para andar em novidade, sim de vida.

Na verdade o antigo esposo tem morrido,
Toda lei com sua exigência tão perfeita;
E agora Jesus é o novo marido,
Nele o crente só se alegra e se deleita.

Não há como andar agora entristecido,
Nem razão para brincar com o pecado;
O amor com o qual o crente foi remido,
Nos mais altos céus o tem já colocado.

Este amor que é eterno e perene,
Que protege que alimenta e que guia,
Não há nada que dele nos aliene,
Precioso é andar na Sua companhia.

E casado com Cristo, eternamente,
Há no coração um canto de vitória,
Que exalta e engrandece a Deus somente,
Que ao Deus trino atribui a honra e a glória!
Gilberto Celeti

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s