SEGUIDOR (acompanhador) OU DISCÍPULO?

A grande multidão embevecida,
Estava a Jesus acompanhando,
Que com a fama, nunca se importando,
Deixa a verdade bem estabelecida,

De quem de fato é seu seguidor:
Não pode ser discípulo, jamais,
Quem ama mais a si ou a seus pais,
E aos laços familiares dá valor

Acima do valor que dá a Cristo.
Ou quem aos seus projetos pessoais,
Entrega-se com avidez, cada vez mais,
E que não quer na cruz jamais ser visto.

Ou quem não quer deixar tudo que tem,
E que se apega a sua posição
Não quer do seu status abrir mão,
O ser, prazer e o ter lhe fazem bem.

Não pode ser discípulo, entenda,
Quem não calcula o custo e assume.
Seguir a Cristo nisto se resume:
Tomar a cruz e andar com Ele a senda.

A senda da renúncia que é estreita,
A senda da total submissão,
A senda de quem a si diz um não!
Que faz da obediência a sua empreita.

Obediência sempre á verdade,
Que na Palavra já foi revelada,
Que deixa Deus em si fazer morada,
E em Cristo tem total felicidade.

Aqui se buscam condecorações,
A fama, o respeito, a simpatia,
Aquilo que pode dar alegria,
Mas que não passam de vãs ilusões.

O que importa mesmo é um dia,
Ouvir a voz de Deus dizendo assim:
Foste fiel meu servo, entra enfim
No Reino do Senhor. Oh! Que alegria!

Gilberto Celeti

“Certa vez uma grande multidão estava acompanhando Jesus. Ele virou-se para eles e disse:…Assim nenhum de vocês pode ser meu discípulo se não deixar tudo o que tem” (Lucas 14.25,33).
Leia a passagem toda, por favor!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s