A VEREDA DOS JUSTOS É COMO A LUZ DA AURORA

A VEREDA DOS JUSTOS É COMO A LUZ DA AURORA

Imagem

Da janela do avião observando
Veja as luzes das estrelas se apagando,
E as trevas, pouco a pouco, se afastando,
Pois está um novo dia despontando.

No horizonte uma tênue claridade
De beleza e de preciosa suavidade
Vai crescendo e a escuridão invade;
Não há som, não há barulho, não há alarde.

O escuro céu se torna azulado,
E um tom vermelho e alaranjado,
Fica em todo horizonte esparramado.
O sol irrompe e o dia é chegado.

Lembro que o pecado é como a escuridão,
E segura o homem em triste escravidão,
Sendo só possível haver libertação,
Através de Cristo, o Autor da redenção,

Aquele que nas trevas deste mundo
Demonstrou de Deus, o amor profundo,
Quando lá na cruz, no histórico segundo,
Ele, o Justo, se tornou por nós, imundo.

E por Ele o crente, então, justificado,
Tem agora o coração iluminado,
E pode viver para o inteiro agrado,
Porque foi por Jesus Cristo transformado.

E embora tenha em si muito defeito,
Como o dia sai assim do mesmo jeito,
Vai brilhando até chegar dia perfeito,
Pois já fez de Cristo, o Amado, o Seu eleito.

Gilberto Celeti

“Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito. O caminho dos perversos é como a escuridão; nem sabem eles em que tropeçam.” (Provérbios 4:18,19)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s