ENFRENTANDO O TEMPORAL

ENFRENTANDO O TEMPORAL

Image

Não é preciso ficar triste
Enfrentando um temporal,
Quando vem com o dedo em riste
Provação, a dor e o mal,
Pra testar se a fé resiste
Se não é artificial,
Deus com graça sempre assiste
Quando chega o temporal.

Se no mar há calmaria
Não navega o barco a vela,
Vento forte que assobia
É que dá sacudidela,
Contratempos cada dia,
Mesmo a mais forte procela,
São motivos de alegria,
Tendo de Deus a tutela.

Sendo, enfim a fé provada,
Como o fogo prova o ouro,
Verdadeira ela é achada,
É preciosa, é um tesouro.
Não reclame, pois, de nada,
No dia de hoje ou no vindouro,
Veja o fim desta jornada,
Lá no céu, o ancoradouro.

Não é fé na fé, entenda,
Mas é fé numa pessoa
Que de si fez oferenda;
Uma vida pura e boa,
Que teve uma morte horrenda,
E que agora abençoa
A quem a Ele se renda,
E de graça lhe coroa.

E tenho esta confiança
Pois por Cristo fui remido,
Ele fez comigo aliança
No sangue na cruz vertido,
Ressurgiu e me dá a herança
De filho de Deus querido,
E a aflição, faz sem tardança,
Ser com Ele parecido.

Gilberto Celeti

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s