NO VALE DE BACA

NO VALE DE BACA

caminhos 4

No vale de Baca, árido, de choro,
Peregrinos passam e deixam suas pegadas;
Seus lamentos se harmonizam em grande coro,
E suas mãos cavoucam poços nas estradas.

poço

Onde encontrar consolo e abrigo?
Onde encontrar a solução, a cura?
Onde encontrar um ombro amigo?
Onde achar um refrigério na secura?

E de modo surpreendente, inusitado,
Ficam os poços cheios de água, transbordando,
Com os rios de bênçãos, dos céus derramados,

banho-de-chuva 2

Que o poder e o amor de Deus vão demonstrando.
Muito bom é usar os meios, cavar poços,
Mas sucessos vêm de Deus, nunca são nossos!

Gilberto Celeti

Salmo 84:6:
Versão Brasileira: “Passando pelo vale de Baca, fazem dele um lugar de fontes; de bênçãos o cobre a primeira chuva”.
Versão Atualizada: “Passando pelo vale árido faz dele um manancial, de bênçãos o cobre a primeira chuva”.
Versão Corrigida: “Passando pelo vale de Baca, faz dele uma fonte: a chuva também enche os tanques”.
Linguagem de Hoje: “Quando eles passam pelo vale das Lágrimas, ele fica cheio de fontes de água, e as primeiras chuvas o cobrem de bênçãos”.

Anúncios

Um comentário sobre “NO VALE DE BACA

  1. Heloisa Barga 1 de outubro de 2016 / 12:03

    Lindo!!!
    Insporador!!!
    Revelador!!!!
    É um levita!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s