VOA, BORBOLETA!

VOA, BORBOLETA!

borboleta-metamorfose

Bem interessante é a borboleta,
Que no início de sua vida é uma lagarta
Que se arrasta pelo chão, pela sarjeta,
Que apenas do que é vil é que se farta.

É assim o ser humano, no pecado,
Não consegue afastar-se da maldade;
Aos desejos de sua carne, escravizado,
Tem com Deus uma profunda inimizade.

Eis que chega, de repente, num momento,
Consciência da miserabilidade;
Se processa n’alma o arrependimento,
Que culmina numa nova identidade.

A lagarta é crisálida agora,
Vai passar por profunda transformação,
Fica inválida sua vida de outrora,
Os que a virem não a reconhecerão.

Assim mesmo é com todo o arrependido,
Que procura a Deus pra ser reconciliado,
E que a Cristo, pela fé, tem recebido,
Fica de todo pecado perdoado.

Não só isso, mas com Cristo estando unido,
Foi da morte e do pecado libertado,
Da justiça do Senhor é revestido,
Pelo Espírito agora é guiado.

Borboleta linda que agora voa…
Era suja e se arrastava quem diria?
Assim é com aquele que Deus abençoa,
Vive livre, em paz, com muita alegria!

Gilberto Celeti

“Pois a lei do Espírito de Deus, que nos trouxe vida por estarmos unidos com Cristo Jesus, livrou você da lei do pecado e da morte” (Romanos 8.2).

Outras poesias acesse: https://gilbertoceleti.wordpress.com/

Anúncios

BEIJAI O FILHO

BEIJAI O FILHO

salmo 2

Nações do mundo todo alvoroçadas,
Seus líderes reunidos fazem planos;
Estão contra o Eterno, rebeladas,
Em suas mentes prevalece o engano.

E mudam leis querendo liberdade
Para fazer o que Deus abomina
Almejam ver a humana sociedade
Na anarquia e na indisciplina.

Mas eis que o Deus Eterno, Soberano,
Sorri ao ver tamanha presunção,
O Seu Ungido é quem estará no trono
E reinará com o cetro em sua mão.

Ó reis, governadores, magistrados,
Aprendam esta lição, a Deus respeitem,
Não continuem agindo equivocados,
Beijem o Filho e nEle se deleitem.

Pois o juízo vem e não demora,
De tudo cada um prestará contas;
Não percam a chance e se convertam agora,
Não se associem a quem a Deus afronta.

E quem em Deus confia plenamente,
E nEle se mantém refugiado,
Será abençoado eternamente,
Eternamente um bem-aventurado.

Gilberto Celeti

Salmo 2