A AUTO ESTIMA E A CRIANÇA

A AUTO ESTIMA E A CRIANÇA

RECEBER O REINO DE DEUS COMO CRIANÇA!

Se o problema principal é a auto estima
Que precisa ser formada na criança,
A evolução é ideia mui cretina,
Que nos deixa em total desesperança.

Como animal o homem é colocado
Por instinto vive, sem qualquer moral;
Mas se o homem pelo Eterno foi criado,
Foi dotado de uma alma imortal.

Esta compreensão ao homem enobrece,
Que percebe assim a sua dignidade,
E adora a Deus e O busca pela prece
Desejoso de fazer a Sua vontade.

Que a criança aprenda cedo esta lição:
Foi criada pra com Deus ser parecida!
E diante do Autor da Criação
Deve andar durante toda a sua vida.

Não é um bicho que prossegue sem destino,
Tudo tem um alvo e significado;
E a criança vê de modo cristalino
Que é um ser tão belo e bem valorizado.

E não há notícia mais alvissareira,
Para ser a uma criança transmitida,
Da que Deus amou-a de uma tal maneira,
Que enviou Jesus pra resgatar-lhe a vida.

Neste dia da criança faça isto,
Conte aos pequeninos a mais linda história:
Anuncie o que fez e quem é Cristo;
E conduza crianças à eterna glória!

Gilberto Celeti

“Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou” (Gênesis 1.27).

“Cristo em vós, a esperança da glória” (Colossenses 1:27b).

Anúncios

TRAZE A MIM TEU FILHO

TRAZE A MIM TEU FILHO

28

São os filhos, dons de Deus, tão preciosos;
Constituem-se uma rica e linda herança,
Mas nos deixam, muitas vezes, ansiosos:
“O que vai acontecer com minha criança?”

Pode vir a ser motivo de alegria
Ou então ser fonte de triste amargura;
Pode andar com o Senhor dia após dia
Tendo uma vida útil, justa e pura;

Mas também pode ficar sob a influência
Do inimigo que escraviza e faz sofrer.
Oh! Clamemos sempre a Deus com insistência
Pra que venham, cedo, a Cristo receber.

E se um filho ou filha em alguma circunstância
Deixar-nos perplexos, desesperados,
Que depressa sem nenhuma relutância
O entreguemos a Jesus a aos seus cuidados.

Certo pai estava desesperançado
Pois sofria o seu filho horrivelmente.
O maligno o mantinha acorrentado
E o pai sentia-se tão impotente.

Mas ouviu de Cristo a ordem muito clara:
“Traze a mim teu filho, traze-o mesmo agora!”
E o pai, obediente, tudo para,
E a Cristo entrega o filho, sem demora.

Foi então que viu, de forma surpreendente,
O agir de Deus no filho, tão glorioso,
E o seu filho livre, tão completamente,
Que encheu seu coração de eterno gozo.

Gilberto Celeti

“Trazei-me aqui o menino”. (Mateus 17:17)
“Trazei-mo”. (Marcos 9:19)
“Traze o teu filho”. (Lucas 9:41)

INFÂNCIA ROUBADA

Imagem

Roubaram, sim roubaram a infância,
Agindo com dureza e crueldade,
Com atos cheios de repugnância,
E a mente cheia de asquerosidade.

Pessoas, na verdade, pervertidas,
Nas mãos de Satanás são instrumentos,
E tornam-se, de fato, infanticidas,
Com seus abusos vis e violentos.

Roubaram, sim, roubaram a infância,
Sendo para com ela negligente,
Mantendo-a na cegueira e ignorância
Para manipulá-la eficazmente.

Adultos que não veem com simpatia
A nova geração que vem chegando,
E passam a sua idiossincrasia,
No altar do mal, seus filhos imolando.

Roubaram, sim, roubaram a infância,
Não lhe ensinando a andar no bom caminho,.
Não demonstrando em cada circunstância
Respeito, paciência e carinho.

Que seja no pescoço pendurado,
Pedra bem grande, pedra bem pesada,
E lá no alto mar seja afogado
Quem faz ou deixa a infância ser roubada.

Gilberto Celeti

“Qualquer, porém, que fizer tropeçar a um destes pequeninos que creem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma grande pedra de moinho, e fosse afogado na profundeza do mar.” (Mateus 18:6)