MAMÃE JOQUEBEDE

princesa e joquebede

Numa desesperadora escravidão
Em que estavam totalmente mergulhados,
Os israelitas, tão amargurados,
Sem qualquer prazer é que comiam o pão.

O trabalho que faziam era pesado,
E debaixo do furor do inimigo,
Que, sem piedade, aplicava o castigo
E ansiava ver o povo eliminado.

O desejo de ter um libertador
Era o mais forte em cada consciência,
E Deus tendo já tomado providência,
Mostraria a todo povo o seu favor.

O agir de Deus é sempre surpreendente,
E se desenrola com serenidade;
Nasce um menino e sem muito alarde,
Deus se mostra entre seu povo bem presente.

O menino tem a formação completa,
Para o desempenho de sua missão:
Há de ser libertador de uma nação!
Com sabedoria Deus tudo arquiteta.

Pelos pais primeiramente escondido,
E depois sobre um cestinho colocado,
Que devidamente sendo betumado,
Sobre as águas do Rio Nilo é estendido.

Os meninos no rio encontravam a morte,
Faraó assim já tinha decretado;
Mas Moisés, lá no cestinho, bem guardado
Haveria de encontrar uma outra sorte.

Pela filha do Rei sendo encontrado,
Foi entregue à própria mãe pra ser criado;
E depois, crescido e já amamentado,
Foi por filho da princesa adotado.

Educado foi pra ser um Faraó,
Mas quando bem pequenino a influência
De sua mãe lhe deu a inteira consciência
Do Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó.

Tendo a pompa do Egito recusado,
Quis servir seu povo escravo e humilhado,
E acabou agindo um tanto desastrado
Tendo, assim, a um egípcio matado.

Para a “escola” do deserto foi levado,
E tornou-se, então, Moisés um fugitivo,
E aprendeu que só com a ajuda do Deus vivo
É que o povo, enfim, seria libertado.

Só de Deus seria toda a intervenção
Não conforme Moisés e sua vontade,
E através da sarça que no fogo arde,
Sem que queime, Deus lhe faz convocação:

“Vá tirar meu povo, agora, do Egito!”
Mas não quis Moisés aquela empreitada,
Pois sabia que não poderia nada.
E julgava não cumprir os requisitos.

Deus daria a Moisés capacidade
E faria dele o Seu instrumento,
Que por fim não recusou seu chamamento.
Deus agora tinha um homem com humildade.

Dando início a nova fase em sua história,
Foi o povo totalmente libertado.
Quem diria que um menino condenado
Deus queria pra mostrar a Sua glória?

Que exemplo de dedicação e amor
Foi a mãe deste menino, Joquebede!
Pois bem sabiamente fez o que precede
Pra ter filhos que darão a Deus louvor.

Gilberto Celeti

Joquebede significa: “O Senhor é glória”.
Joquebede foi esposa de Anrão e mãe de Aarão, Moisés e Miriam.
Seus três filhos foram usados para a glória do Senhor.