COM CRISTO NO BARCO

COM CRISTO NO BARCO

Imagem

Vai barquinho,
Vai, navega
E atravessa o mar da vida.
Não sozinho,
Vai, carrega
Cristo, dá-lhe acolhida.

Navegando
Em companhia
De Jesus, no oceano;
Ao seu mando
A ventania
Não provoca mal ou dano.

E nem temos
Garantia
De viagem sem tormenta;
Mas sabemos,
Com alegria,
Que com Cristo o barco aguenta.

Onda fortes,
Tempestades,
Segue o barco em segurança;
Temos norte,
Na verdade,
Cristo é a única esperança!

E só isto
É importante:
Ter Jesus ao nosso lado!
Jesus Cristo,
O Almirante,
Leva ao porto desejado!

Gilberto Celeti

Jesus acordou e ordenou ao vento que se acalmasse. Ele disse ao mar: “Quieto! Sossegue!” O vento virou brisa, e o mar ficou em plena calmaria. (Marcos 4:39 – versão contemporânea)

Anúncios

RECEBER O REINO DE DEUS COMO CRIANÇA!


Cristo fica aborrecido,
Na verdade, indignado
Ao ver serem repelidos
Pequeninos, que levados
Por seus pais ou seus parentes
Eram a Ele encaminhados
Para serem tão somente,
Por Suas mãos abençoados.

Nunca, nunca, façam isto,
Não impeçam as crianças
De chegarem a Jesus Cristo.
Tenham sempre na lembrança
Que pra ter no Reino entrada
Tem que ser tal qual criança.
Não há outro jeito, nada,
Pra desfrutar desta herança.

E ali naquela hora
Foram todas abraçadas,
Jesus Cristo sem demora
Quiz tê-las abençoadas.
Reino de paz, de alegria,
De beleza e santidade,
Pra quem em Cristo confia,
E o recebe de verdade.

Gilberto Celeti

“Depois disso algumas pessoas levaram as suas crianças a Jesus para que ele as abençoasse, mas os discípulos repreenderam aquelas pessoas. Quando viu isso, Jesus não gostou e disse: Deixem que as crianças venham a mim e não proíbam que elas façam isso, pois o Reino de Deus é das pessoas que são como estas crianças. Eu afirmo a vocês que é verdade: quem não receber o Reino de Deus como uma criança nunca entrará nele. Então Jesus abraçou as crianças e as abençoou, pondo as mãos sobre elas” (Marcos 10.13-16).

FAZER MISSÕES 2

 

Insubjugável e violento,

De demônios sujos possuído,

Era o cemitério e ao relento,

Onde, pra viver, tinha escolhido.

 

Muitas vezes preso e amarrado

Com pesadas e fortes correntes,

Tudo era por ele arrebentado,

Contemplá-lo era deprimente.

 

Percorria o cemitério aos gritos,

E com pedras ia se ferindo,

Homem perturbado e aflito,

Dele todos viviam fugindo.

 

Mas quando Jesus entrou em cena

Veio ao seu encontro este possesso,

E Jesus ao espírito ordena:

“Sai deste homem, deixa este recesso!”

 

Não apenas um, mas legião

De demônios, todos temerosos

Que chegara já a condenação,

De aos porcos irem, desejosos.

 

Cristo atende logo este pedido

Permitindo que dessem entrada

Nos porcos, que sendo possuídos,

Caem no mar e afoga-se a manada.

 

Os porqueiros fogem assustados,

E anunciam o fato a toda gente,

Todos chegam e vêem admirados;

Tem juízo o que era antes demente.

 

Não querendo ter Jesus por perto,

Pedem que dali logo se afaste.

Quer seguir com Cristo o liberto,

Mas Jesus quer que ele o tempo gaste,

 

Comunicando em toda cidade,

Aos vizinhos e aos seus parentes,

Como dele Deus teve piedade,

Como o salvou e fez dele um crente.

 

Gilberto Celeti

 

Após leitura de Marcos 5.1-20

 

VIGIAI E ORAI 2

Toda sentinela é alvo do inimigo,
Tem que estar no posto sempre com firmeza,
Sendo abatida, veja que perigo
Correm os que estão dentro da fortaleza.

Tem que estar atenta, tudo observando,
Na escura noite ou à luz do dia,
Jamais distraindo, jamais descansando,
Ocupa seu turno com sabedoria.

Vigiai e orai é a ordem do Senhor,
Para que possamos sempre resistir,
Toda tentação que possa advir.

Em qualquer momento, seja onde for,
Com o Comandante podemos falar,
Sua força e graça vai nos ajudar.

Gilberto Celeti

“Vigiai e orai para que não entreis em tentação” (Marcos 14.38).

VIGIAI E ORAI – Mc 14.38

Tristeza tão grande capaz de matar,
Intensa agonia, com sangue a suar,
Com o rosto no chão vem ao Pai sulplicar:
“Ó Pai, este cálice vem afastar!”
O Filho enfrenta feroz tentação,
E fala ao Pai através da oração,
À própria vontade diz sonoro não,
E rende-se a Deus em real submissão.
E faz uma apelo aos seus: “Vigiai!”
É fácil querer à prova resistir,
É muito difícil isto conseguir.
E deixa também esta ordem: “Orai!”
Mantendo contato com o Comandante,
Vencemos na prova, seguimos avante!
Gilberto Celeti
“Vigiai e orai para que não entreis em tentação” (Marcos 14.38)