A BOA NOTÍCIA INCOMPARÁVEL

Como enfrentar o mal que há no mundo?
Na verdade há muitas soluções propostas,
Para eliminar o mal que é tão profundo.
Muitos na religião buscam respostas,
Outros seguem tradições, filosofias,
Desejando salvação e liberdade,
Desejando ter na alma alegrias,
Desejando encontrar-se com a verdade.
Neste mundo de pecado inaceitável,
Onde o mal age com tanta virulência,
Só o Evangelho de Jesus é incomparável,
Ele é a Boa Nova em pura essência!
O Evangelho na verdade é uma Pessoa,
Jesus Cristo, o Deus eterno, encarnado;
Sua morte lá na cruz é que abençoa,
Foi ali que eliminou todo pecado.
Sua cruz, que para os sábios é loucura,
E escândalo para os bons religiosos,
Dá ao escravo do pecado a soltura,
Faz dos crentes em Jesus, vitoriosos,
Pra seguirem aqui na terra proclamando,
Sem vergonha do Evangelho, com usadia,
Que agora Deus está reconciliando
Em Jesus a todo o que nEle confia!
Gilberto Celeti
“Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego; visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: o justo viverá por fé” (Romanos 1.16,17).
Anúncios

ESPERANÇA QUE NÃO DECEPCIONA

A despeito das barreiras na estrada,

Há no peito garra e força em abundância,

E não importa nunca qual a circunstância,

Há uma porta que jamais fica fechada:

É a esperança, que nunca decepciona,

Pois descansa na vitória obtida,

Por Jesus, que ressurgiu trazendo vida;

Em sua cruz toda maldade desmorona.

Só em Cristo haja o que houver há uma certeza:

Tudo é visto para o bem só concorrendo

Pra que o crente possa prosseguir crescendo

Bem contente, sempre em paz, e com firmeza.

Vive sob o domínio da esperança,

E buscando ter de Cristo a semelhança!

Gilberto Celeti

“Ora, a esperança não confunde…” (Romanos 5.5).

LIBERDADE? SÓ COMO SERVO DE CRISTO!


Neste mundo a tão sonhada liberdade

É buscada com profunda ansiedade,
Ninguém quer ficar por baixo, ser um servo,
É o que, a todo instante, eu observo.
Muitos não percebem que são propriedade,
Do diabo, que governa com maldade,
E mantém o que é seu acorrentado.
Nas amarras poderosas do pecado.
Só por Cristo pode o homem ser liberto
E da graça de Jesus ficar coberto
Para andar com alegria e santidade
Submisso a Deus e Sua autoridade,
Ser um servo de Jeus, eis sua história.
Hoje é cruz, mas amanhã coroa e glória.
Gilberto Celeti
“Paulo, servo de Jesus Cristo…”(Romanos 1.1)

O PENDOR DO ESPÍRITO

O PENDOR DO ESPÍRITO

carne-versus-espc3adrito

Para estar com o Deus da paz em plena paz,
É preciso aproximar-se do calvário.
É ali que o homem, sendo adversário
Do Senhor pelo pecado que, então, faz,
Pode ser alvo da ação tão eficaz.

Pois devidamente é reconciliado,
Pelo sangue de Jesus que o purifica,
E diante do Juiz que o justifica,
Crendo em Cristo não será mais condenado,
Tem a paz com Deus, é um homem perdoado.

O pendor da carne sempre leva à morte,
Só demonstra rebelião e inimizade
Contra Deus, Sua palavra e Sua vontade.
Mas em Cristo o homem muda a sua sorte,
E o pendor do Espírito o deixa forte

Para desfrutar da vida abundante,
Vida de alegria, de amor, de paz,
Vida que em Jesus sempre se satisfaz,
Vida que agrada a Deus em todo instante,
Que até na dor faz que o lábio cante.

Sim, de fato, há na vida muita luta,
Circunstâncias há de muita hostilidade
Duras provas surgem, adversidades,
E da paz, na prática, não se desfruta,
Quando à voz de Deus não se dá séria escuta.

É preciso estar com Ele em harmonia
Conversar sempre com Deus, cada momento,
E a paz de Deus que excede o entendimento,
Guardará o coração a cada dia
E será a paz de Deus seguro guia.

Gilberto Celeti

“Porque o pendor da carne dá para a morte, mas o do Espírito, para a vida e paz. Por isso, o pendor da carne é inimizade contra Deus, pois não está sujeito à lei de Deus, nem mesmo pode estar” (Romanos 8.6,7).

“E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus” (Filipenses 4.7).

EM NOVIDADE DE VIDA

Só com Cristo, em perfeita unidade,
É que eu poderei viver em novidade,
E na sua morte identificado,
Foi com Ele o velho homem sepultado.

Como Cristo que já foi ressuscitado,
Pra uma nova vida é que fui levantado,
As cadeias do mal já foram quebradas,
Nova preferências vão sendo formadas.

É um andar que no Senhor vai descansando,
E das Suas promessas vai se apropriando,
Cada dia, na Palavra alicerçado,

Com vitória sobre a força do pecado.
E por graça então dizer mesmo assim:
Não sou eu quem vive, Cristo vivem em mim!

Gilberto Celeti

“Assim, quando fomos batizados, fomos sepultados com ele por termos morrido junto com ele. E isso para que, assim como Cristo foi ressuscitado pelo poder glorioso do Pai, assim também nós vivamos uma vida nova”(Romanos 6.4).