O AQUI E O AGORA OU A ETERNIDADE?

O AQUI E O AGORA OU A ETERNIDADE?

via-lactea-e-a-terra

Na Via Láctea que é tão imensa,
No azul planeta que é chamado Terra,
Encontra-se o milagre que é a vida,
Exuberante, bela e variada,
Somente ali, parece, foi surgida.

E o homem na sua curta existência,
Percebe que do pó deste planeta,
Sua forma foi, de fato, construída;
E para o pó retorna finalmente
Na hora da solene despedida.

Há homem cujo olho não se eleva,
Pequeno é seu mundo e horizonte,
E pensa, e age, e entra na corrida
Com o aqui e o agora preocupado…
A eternidade não é percebida!

E outro vê galáxias no espaço,
Repletas de sois, luas e planetas,
Que em anos luz têm distâncias medidas…
Sua mente não alcança o infinito,
E fica totalmente aturdida.

E duas podem ser suas atitudes:
Achar que tudo existe por acaso,
E as coisas vão sendo evoluídas,
E então, perplexo e sem resposta,
De angústia sua mente é possuída.

Ou ver em tudo a mão do Criador
Que habita a eternidade e é soberano.
A história é por Ele conduzida,
E encontra no seu filho Jesus Cristo
O que precisa, a eterna guarida.

Gilberto Celeti

“Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos.” (Salmo 19.1)

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele, nada do que foi feito se fez… E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.” (João 1.1-3,14)
“Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” (João 14.6)

ENFRENTANDO AS PROCELAS

ENFRENTANDO AS PROCELAS

jesus-acalma-o-vento-e-o-mar_0

Quero me lançar agora
Nos braços potentes
do Grande Senhor.
Neste dia, cada hora,
Desfrutar somente
Teu precioso amor.

Quero ser por Ti guiado,
Deus da inalcançável
Sabedoria.
Sei que estás sempre ao meu lado,
Tens poder incalculável
E supremacia.

Como um barco vai singrando
Sobre as correntes
Do oceano,
Sigo firme, confiando
É melhor somente
Seguir Teu plano.

E então ajusto as velas
Para ser soprado
Pelo Espírito,
E enfrento as procelas
Ao Senhor atado
Deus Infinito.

Gilberto Celeti

“No entanto, estou sempre contigo, e tu me seguras pela mão” (Salmo 73.23)

PAI, NÃO FALHA O SEU CUIDADO!

No ensejo do Dia dos Pais, lembremos que o Deus e Pai de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo é o nosso Deus e Pai.

PAI, NÃO FALHA O SEU CUIDADO!

paternidade

Deus é grande e soberano,
Nada impede o Seu plano.
Coisas grandes ou pequenas
Para o bem concorrem, apenas.

Não há qualquer circunstância
Que admita a ignorância
De soltar algum queixume,
De agir com azedume.

Sendo assim, alegremente,
Agradeço a Deus, somente,
Vou andando, peregrino,

Sempre a cantar um hino:
Deus seja magnificado!
Pai, não falha o Seu cuidado!

Gilberto Celeti

Salmo 70.4: “Folguem e em ti se rejubilem todos os que te buscam; os que amam a tua salvação digam sempre: Deus seja magnificado!”

NO VALE DE BACA

NO VALE DE BACA

caminhos 4

No vale de Baca, árido, de choro,
Peregrinos passam e deixam suas pegadas;
Seus lamentos se harmonizam em grande coro,
E suas mãos cavoucam poços nas estradas.

poço

Onde encontrar consolo e abrigo?
Onde encontrar a solução, a cura?
Onde encontrar um ombro amigo?
Onde achar um refrigério na secura?

E de modo surpreendente, inusitado,
Ficam os poços cheios de água, transbordando,
Com os rios de bênçãos, dos céus derramados,

banho-de-chuva 2

Que o poder e o amor de Deus vão demonstrando.
Muito bom é usar os meios, cavar poços,
Mas sucessos vêm de Deus, nunca são nossos!

Gilberto Celeti

Salmo 84:6:
Versão Brasileira: “Passando pelo vale de Baca, fazem dele um lugar de fontes; de bênçãos o cobre a primeira chuva”.
Versão Atualizada: “Passando pelo vale árido faz dele um manancial, de bênçãos o cobre a primeira chuva”.
Versão Corrigida: “Passando pelo vale de Baca, faz dele uma fonte: a chuva também enche os tanques”.
Linguagem de Hoje: “Quando eles passam pelo vale das Lágrimas, ele fica cheio de fontes de água, e as primeiras chuvas o cobrem de bênçãos”.