O TEU REDENTOR

O TEU REDENTOR

manjedoura - cruz - túmulo

Jesus Cristo, Deus eterno,
Rei dos Reis, és meu Senhor!
És tão forte, és tão terno,
És amado, és Redentor!

Numa manjedoura pobre
Deste entrada aqui, na história,
E na cruz, teu sangue cobre
Minha culpa e minha escória.

E do túmulo aberto
Ressurgiste triunfante,
Sou por teu poder liberto,
E tu és meu Comandante.

E por isto com alegria
Sigo firme no caminho,
Teu Espírito me guia,
Nunca, nunca, estou sozinho.

És profeta, és sacerdote,
Tens o cetro em tua mão.
Que em minh’alma o louvor brote
Na mais santa adoração!

Gilberto Celeti

“POrque o teu Criador é o teu marido; o Senhor dos Exércitos é o seu nome, e o Santo de Israel é o teu Redentor; ele é chamado o Deus de toda a terra” (Isaías 54:5).

Mais poesias? Acesse: https://gilbertoceleti.wordpress.com/

JOÃO BATISTA APONTA JESUS!

JOÃO BATISTA APONTA JESUS!

João Batista, o profeta,
Percursor foi nomeado,
Tudo o que falou de Cristo,
Foi, enfim, concretizado.

Jesus Cristo, o cordeiro,
Por João, foi indicado,
De Deus veio e do mundo
É quem tira o pecado.

Cristo perdoa e batiza,
Por João foi anunciado,
Jesus cumpre cabalmente,
O que foi profetizado.

E no Espírito que é Santo,
É que fica batizado,
O que foi por Jesus Cristo,
Do pecado perdoado.

Jesus faz a remoção,
Tira do homem o pecado,
E faz uma concessão,
Deixa o homem habitado,

Pelo Espírito de Deus.
Sendo o homem renovado,
Já desfruta a salvação,
Segue em Cristo, abençoado.

Bendito seja Deus Pai,
Por ter Seu Filho enviado,
E porque em Jesus Cristo,
Novo homem foi formado.

Pelo Espírito que é Santo,
Este homem é habilitado,
Pra servir ao Deus Triúno
E fazê-lo exaltado!

Gilberto Celeti

Para pensar: João Batista foi cheio do Espírito Santo desde o ventre materno e nunca fez nenhum sinal ou milagre, no entanto tudo quanto falou sobre Jesus Cristo foi verdadeiro!

NASCIMENTO DO SACERDOTE

NASCIMENTO DO SACERDOTE!

Quem diria que o menino do Natal,
Que ao nascer foi por anjos anunciado,
Haveria de enfrentar forças do mal
E na cruz ser qual cordeiro, imolado?

Que seria duramente repelido,
Que haveria de sofrer afronta e dor,
Que por muitos homens seria cuspido,
Suportando a zombaria com amor?

Entre Deus e o homem, o mediador,
Sacerdote para sempre, eternamente.
Sua intercessão e constante favor
Desfrutados são por todo que é crente.

Na cabeça uma coroa, mas de espinhos,
No seu corpo os duros golpes do chicote,
Cristo a vida, a verdade e o caminho,
É o profeta, é o rei, é o sacerdote!

Gilberto Celeti

“Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque” (Salmo 110:4).