AS TUAS MÃOS DIRIGEM MEU DESTINO

Leia e cante este hino como oração diante do SENHOR.
No final do poema há um link de acesso à melodia e também um pouquinho da vida desta autora.

As Tuas mãos dirigem meu destino.
Ó Deus de amor, folgo que seja assim!
Teus são os meus poderes, minha vida!
Em tudo, eterno Pai, dispõe de mim!
Meus dias sejam curtos ou compridos,
Passados em tristezas ou prazer,
Em sombra ou luz é tudo como ordenas!
E é tudo bom, se for do Teu querer

As Tuas mãos dirigem meu destino.
Cravadas em sanguentada e rude cruz.
Por meus pecados foram traspassadas
Bem posso nelas descansar, Jesus!
Nos céus erguidas, sempre intercedendo,
As santas mãos não pedem nunca em vão.
Ao seu cuidado, em plena confiança,
Entrego a minha eterna salvação.

As Tuas mãos dirigem meu destino:
Acasos para mim não haverá!
O grande Pai vigia o meu caminho,
E sem motivo não me afligirá.
Encontro em Seu poder constante apoio
Forte é Seu braço, insone o Seu amor
E em breve, entrando na cidade eterna,
Eu louvarei meu Guia e Salvador!

Sarah Poulton Kalley (1825-1907)

Quer conhecer a música?
Acesse aqui: https://youtu.be/FWJCfZ8d9k4

Sarah Poulton Kalley (1825-1907) nascida na Inglaterra, casou-se, em 1851, com o médico Dr. Robert Reid Kalley em 1852. Em 1855 chegaram como missionários pioneiros ao Rio de Janeiro e resolveram fixar sua residência em Petrópolis. Neste mesmo ano, no domingo, dia 19 de agosto, Sarah Kelley realizou a primeira aula bíblica para crianças, contando a história do profeta Jonas. Estas classes continuaram, e no domingo imediato, começaram também classes para jovens e adultos. Como fruto do trabalho do casal Kalley, foram implantadas diversas igrejas, destacando-se a Igreja Evangélica Fluminense, na cidade do Rio de Janeiro, considerada a primeira Igreja Evangélica do Brasil, e a Igreja Evangélica Pernambucana que marcaram o início da formação da União das Igreja Evangélicas Congregacionais do Brasil (UIECB).

Em 1876 o casal Kalley voltou para a Inglaterra. Em 1888 o Dr. Robert Kalley faleceu. Em 1892 Sarah Kalley fundou a missão Help for Brazil (Auxílio para o Brasil), com o objetivo de enviar obreiros para o Brasil e assim cooperar com as igrejas originadas do trabalho de seu esposo. Inúmeros missionários da Grã-Bretanha vieram servir aqui no Brasil, por meio desta agência missionária . No dia 08 de agosto de 1907, aos 82 anos, Sarah Kalley partiu para encontrar-se com o Senhor tendo sido sepultada junto ao seu marido, com o qual tanto trabalhou em favor da pregação do evangelho no Brasil.

Sarah Kalley era musicista e participou da organização do primeiro hinário evangélico brasileiro, o Salmos e Hinos, que foi utilizado pela primeira vez em 1861, na Igreja Evangélica Fluminense. Muitos dos hinos ali contidos foram produzidos em colaboração com o seu esposo, e muitos são de sua exclusiva autoria, totalizando cerca de 200. Na postagem de hoje, 08 de agosto de 2022, lembramos dos 115 anos do seu falecimento, ocorrido em 08/08/1907.

Não esqueça de deixar, mais abaixo, o seu comentário!

O desafio de ser um PAI com P maiúsculo

I) O PADRÃO FAMILIAR
Com a criação de Adão e depois de Eva, Deus mostrou seu grande e fabuloso plano: de um só homem e de uma mulher, dele formada, dar início a toda a raça humana. A união de um homem e uma mulher é que faz surgir bebês, que vão crescendo e, ao tornarem-se homens e mulheres adultos, também encontram seus pares para que então mais bebês sejam formados.

O modelo familiar, que é padrão e não deixa dúvidas, é que “deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne” (Gênesis 2:24). Qualquer relacionamento que foge deste padrão está completamente errado e é pecaminoso no mais completo sentido da palavra pecado, ou seja, “erra o alvo”. Hoje existem bilhões de pessoas em todo o mundo, mas tudo começou com apenas um casal. Isto é realmente maravilhoso!

No plano de Deus ficou muito claro que o homem seria pai e a mulher seria mãe. Nunca, jamais, em tempo algum será possível nascer uma criança sem que ela tenha um pai e uma mãe. Um dos maiores equívocos que uma criança, um adolescente, um jovem, um homem, uma mulher ou uma pessoa idosa pode cometer é querer ser homem, se nasceu mulher, ou desejar ser mulher, se nasceu homem. Nunca um homem conseguirá conceber um bebê em seu ventre e nunca uma mulher conseguirá produzir um sêmen para gerar um bebê.

II) SAIR DO PADRÃO É ANORMALIDADE
Hoje se apregoa, como se fosse algo natural e correto, o casamento de homem com homem ou de mulher com mulher. Isto não é bom! Imagine só por um instante o que aconteceria com a civilização se aquilo que é uma anormalidade se tornasse o normal; se todo homem ficasse com outro homem e toda mulher com outra mulher. Seria o suicídio coletivo da raça humana.

Tanto o homem como a mulher têm um dever claro e maravilhoso que é o de amarem um ao outro, ser amados pelo seu parceiro e juntos terem filhos. Prefiro usar a palavra filhos no plural, porque quando um povo começa a ter filho no singular este povo não subsistirá muito tempo; isto já está ocorrendo em algumas nações onde o índice de natalidade está abaixo de dois filhos por casal. A situação de alguns países é dramática.

E quando os filhos chegam, tanto o pai como a mãe têm um papel definido a desempenhar a fim de que seus filhos se desenvolvam de maneira saudável.

A mãe, que gera o filho dentro de si, alimentando-o durante nove meses, continua sendo a que amamenta o seu bebê. Esta ligação tão profunda da mãe com o filho vai permanecer por toda a vida. As mães são sempre lembradas pelo seu carinho, amor, dedicação e trabalho duro em favor de seus filhos.

O pai, por sua vez, procura sempre garantir tudo o que é necessário para o desenvolvimento de seus filhos. Serão anos de trabalho para que seus filhos tenham todas as condições de se tornar gente, como gente tem que ser, quando ficarem adultos.

No Brasil, no segundo domingo do mês de agosto comemora-se o Dia dos Pais. Chamo sua atenção para a vida de três pais cujas histórias estão na Bíblia: Abraão, Manoá e Eli. Espero que você tire lições para a sua própria vida, especialmente se você é um pai.

III) ABRAÃO
Deus chamou Abraão para, por meio dele, começar um novo povo. Da descendência de Abraão ia nascer um dia um filho, Jesus, o Salvador do mundo, o “descendente da mulher”, que iria esmagar a cabeça de Satanás.

Deus fez promessas de suma importância para Abraão. Numa determinada ocasião, o Senhor fez uma declaração a respeito de Abraão que resume perfeitamente as funções de um pai. A declaração foi esta: “Ocultarei a Abraão o que estou para fazer, visto que Abraão certamente virá a ser uma grande e poderosa nação, e nesse serão benditas todas as nações da terra? Porque eu o escolhi para que ordene a seus filhos e a sua casa depois dele, a fim de que guardem o caminho do Senhor e pratiquem a justiça e o juízo; para que o Senhor faça vir sobre Abraão o que tem falado a seu respeito” (Gênesis 18:17-19). Como fica claro neste texto o papel de um pai!

Podemos considerar que Abraão exerceu o seu ofício de pai em três dimensões:

  1. Padrão – Ele se tornou um padrão para Isaque e para todos os seus descendentes; inclusive para os crentes em Cristo, sendo chamado de pai da fé em Romanos 3:16-18.
  2. Amigo – Ele era um amigo para Isaque. Como é maravilhoso observar o grau de confiança de Isaque em seu pai, caminhando três dias ao seu lado rumo ao Monte Moriá, onde Isaque chegou a ser colocado no altar para ser imolado (veja Gênesis 22). Anos mais tarde, Abraão enviou o seu principal servo para procurar e trazer uma esposa para o filho. Realmente foi um grande amigo de seu filho.
  3. Influenciador – Destaca-se em todo o relato bíblico o fato de que Deus é o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó. Que preciosa e poderosa influência! Quando lemos a história de Isaque verificamos que ele andou nos mesmos passos de seu pai, em várias ocasiões.

IV) MANOÁ
Manoá foi o pai de Sansão, um dos juízes de Israel. Pensando no seu papel de pai, observamos também três dimensões:

  1. Preocupado – O anjo do Senhor trouxe a Manoá a notícia de que a sua mulher, que era estéril, havia de dar à luz um filho. Então, o anjo ouviu de Manoá uma pergunta muita significativa: “Qual será o modo de viver do menino?” (Juízes 13:12). Esta preocupação em dar uma sólida formação ao filho, para que viesse a ter um modo de viver digno e honrado, é marcante.
  2. Alerta – Pais que desejam ver os seus filhos bem formados estão conscientes dos perigos que os rondam e precisam estar alertas para que eles não recebam as influências daninhas do meio que os cerca, tais como: música, televisão, literatura, ensino, internet, jogos etc. Muitos perigos rodeariam Sansão e Manoá fez, então, esta pergunta: “O que devemos fazer ao menino que há de nascer?” (Juízes 13:8). Manoá é um exemplo de pai que não queria errar.
  3. Interessado – Assim que Manoá recebeu a notícia de que sua mulher teria um filho, mostrou-se totalmente interessado. Ele orou ao Senhor. Ele suplicou a direção e o ensino do Senhor para exercer o seu papel de pai. Ele ofereceu ao Senhor um sacrifício que foi totalmente consumido, a ponto de Manoá dizer a sua mulher: “Certamente, morreremos por que vimos a Deus” (Juízes 13:22). Ele seguiu as recomendações do Senhor, não permitindo que seu filho tivesse o cabelo cortado, nem que bebesse bebida forte e nem que tocasse coisa imunda. Foi um pai interessado no filho.

V) ELI
O terceiro pai a ser considerado era sacerdote na época dos juízes. Ele mesmo foi também um juiz. Vemos neste pai três características:

  1. Preguiçoso – É muito significativo encontrar algumas vezes a informação que Eli estava assentado numa cadeira (1 Samuel 1:9 e 4:13). Em 1 Samuel 3:2 lemos que Eli estava “deitado no lugar costumado”. Talvez por isto não percebesse o que os seus filhos faziam. Ele só ficava sabendo por ouvir de terceiros, como lemos em 1 Samuel 2:22: “… e ouvia tudo quanto seus filhos faziam a todo o Israel” . Ele não se mostrou atuante na criação de seus filhos.
  2. Ausente – Pode ser até que, por estar tão envolvido com a sua atividade, não tivesse tempo para participar na formação de seus filhos, os quais “não se importavam com o Senhor” (1 Samuel 2:12) e “desprezavam a oferta do Senhor” (1 Samuel 2:17). Em certa ocasião Eli chegou a repreendê-los, mas eles não deram ouvidos à voz de seu pai (1 Samuel 2:25). Eli não se mostrou presente na criação de seus filhos.
  3. Irresponsável – Eli recebeu a visita de um homem de Deus alertando-o sobre uma atitude irresponsável, que era a de honrar mais os seus filhos do que a Deus (1 Samuel 2:29). Também foi avisado que viria o juízo de Deus sobre toda a sua casa. Aparentemente, Eli não tomou nenhuma atitude. Mais tarde, Samuel, que estava servindo ao sacerdote Eli, recebeu a mensagem do Senhor de que este julgamento viria sobre a casa de Eli “pela iniquidade que ele bem conhecia, porque seus filhos se fizeram execráveis, e ele não os repreendeu” (1 Samuel 3:13). Novamente ficou demonstrada a irresponsabilidade de Eli.

VI) QUE TIPO DE PAI VOCÊ QUER SER?
1. Um pai do tipo Abraão?
Pai padrão, amigo e influenciador?
P adrão
A migo
I nfluenciador

2. Um pai do tipo Manoá? Pai preocupado, alerta e interessado?
P reocupado
A lerta
I nteressado

3. Um pai do tipo Eli? Pai preguiçoso, ausente e irresponsável?
P reguiçoso
A usente
I rresponsável

VII) O DESAFIO DE SER UM PAI COM P MAIÚSCULO!
Em nossa época existem muitos homens com h minúsculo e muitos pais com p minúsculo. Que tragédia! Muitas crianças estão sem referência masculina legítima. Pais preguiçosos, ausentes e irresponsáveis se tornam uma grande desgraça, como foi Eli para si mesmo e para seus filhos.

O último parágrafo do Antigo Testamento diz o seguinte: “Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível Dia do Senhor; ele converterá o coração dos pais aos filhos e o coração dos filhos a seus pais, para que eu não venha e fira a terra com maldição” (Malaquias 4:5, 6).

O mesmo Espírito que atuou por meio do profeta Elias está atuando hoje e pode, de fato, inclinar o coração dos pais aos filhos e levantar Homens com H maiúsculo e Pais com P maiúsculo, de maneira que cada um deles seja um Padrão, um Amigo, um Influenciador dos filhos e se mostrem Preocupados, Alertas e Interessados para que seus filhos sejam servos fiéis do Deus Eterno e Verdadeiro.

Busquemos a presença do nosso PAI que está no Céu, suplicando que nos faça pais segundo o Seu coração e pela nossa instrumentalidade, como pais, surja uma geração que coloque nEle a sua confiança, ame ao Senhor e seja obediente à Sua Palavra. É tempo de os pais (e porque não também os avós) ganharem seus filhos (e netos) para Cristo!

Feliz Dia dos Pais!

Pr. Gilberto Celeti
Esta reflexão foi publicada na revista “O EVANGELISTA DE CRIANÇAS” de julho/agosto/setembro-2015


Por favor deixe mais abaixo o seu comentário. Muito obrigado!


SALMO 119 – INTRODUÇÃO

SALMO 119 – MAIS DESEJÁVEL DO QUE O OURO – MAIS DOCE DO QUE O MEL

O Salmo 119 amplia magistralmente o conteúdo do Salmo 19:

Verso 7 – “A LEI do Senhor é perfeita e restaura a alma; o TESTEMUNHO do Senhor é fiel e dá sabedoria aos simples”.
Verso 8 – “Os PRECEITOS do Senhor são retos e alegram o coração; o MANDAMENTO do Senhor é puro e ilumina os olhos”.
Verso 9 – “O TEMOR do Senhor é límpido e permanece para sempre; os JUÍZOS do Senhor são verdadeiros e todos igualmente, justos”.
Verso 10 – “São mais desejáveis do que ouro, mais do que muito ouro depurado; e são mais doces do que o mel e o destilar dos favos”.

O Salmo 119 é o capítulo mais longo da Bíblia. Fica bem no centro da Bíblia e fala exatamente da Palavra de Deus, levando-nos a refletir sobre a centralidade da Palavra de Deus. É uma oração ao SENHOR, sendo assim a oração mais longa da Bíblia. Trata-se de um capítulo desafiador da Palavra sobre a Palavra, que enfatiza a importância e a superioridade da Palavra de Deus, que precisa ser amada, conhecida e obedecida em todas as circunstâncias da vida.

A ESTRUTURA DO SALMO 119

Este salmo tem uma estrutura extraordinária, pois foi composto como um acróstico usando as 22 letras do alfabeto hebraico. Trata-se portanto de um salmo como 22 estrofes, sendo que cada estrofe contém 8 versículos, e todos eles iniciando-se exatamente com a letra correspondente da estrofe. São portanto 176 versículos (22 x 8 = 176).

São vários os termos utilizados, no Salmo 119, para referir-se à Escritura Sagrada:
• תּרה (tôrâh): LEI – 25 vezes
• עדה / עדוּת (êdâh / êdûth): TESTEMUNHO – 22 vezes
• חק (chôq): ESTATUTO – 22 vezes
• מצוה (mitsvâh): MANDAMENTO – 22 vezes
• משׁפּט (mishpât): JUÍZO – 22 vezes
• דּבר (dâbâr): PALAVRA – 22 vezes
• פּקּד (piqqûd): PRECEITO – 21 vezes
• אמרה (imrâh): também traduzido como PALAVRA – 19 vezes
• דּרך (derek): CAMINHO -10 vezes (como caminhos de Deus), mas este termo aparece também como “caminhos de mentira”.

É interessante notar que cinco destes termos são utilizados 22 vezes, que é o mesmo número de letras do alfabeto hebraico. A soma das vezes que aparecem termos indicando as Escrituras Sagradas é 185. Dos 176 versículos, apenas 3 não usam termos que indicam a Palavra de Deus, são os versos 90, 122 e 132). Há portanto alguns versículos que utilizam os termos referentes à Palavra de Deus mais de uma vez.

A AUTORIA DO SALMO 119

A autoria do Salmo 119 não é mencionada e para alguns estudiosos alguns versículos parecem indicar que foram escritos após o retorno dos judeus do exílio babilônico, e então se considera especialmente Esdras, assim como Neemias e os levitas como seus possíveis autores. Alguns pensam na possibilidade de ter sido escrito por Daniel ou Jeremias, que inclusive escreveu cada capítulo do livro de Lamentações com esta mesma estrutura de acróstico.

Spurgeon tinha a convicção de ter sido Davi o seu autor. Ele no seu comentário dos salmos, chegando ao Salmo 119 escreveu: “Depois de muita leitura de um autor, chega-se a conhecer seu estilo, e adquire-se certo discernimento pelo qual sua composição é detectada mesmo se seu nome estiver oculto; sentimos uma espécie de certeza crucial de haver a mão de Davi nesse salmo, sim, de ser completamente seu”.

O fato é que o autor do Salmo 119 passou por grandes problemas na vida, mas com uma profunda e apaixonada compreensão de Deus, de Seus atributos, de Seu Caráter, de Seu Propósito Eterno e de que a Sua Palavra é infalível, é a verdade suprema. Ele aprendeu que confiando em Deus e na Sua palavra podia passar, com a ajuda do Senhor, por todas as circunstâncias, por mais difíceis que se apresentassem, sem esmorecer na fé, e firme nas promessas do Senhor.

TESTEMUNHOS SOBRE O SALMO 119

Há inúmeros testemunhos que mostram a bênção deste salmo, e destaco estes:

• O filósofo Blaise Pascal (1623-1662), considerava o versículo 59 como o marco da transformação na vida de uma pessoa, e o tinha na memória: “Penso nos meus caminhos e volto os meus passos para os teus testemunhos”.

• O pastor e comentaristas bíblico inglês Matthew Henry (1662-1714) escreveu sobre um conselho que sei pai, o pastor Philipp, deu a ele e seus irmãos: “Certa vez, compelindo-nos ao estudo das Escrituras ele nos aconselhou a escolher um versículo do Salmo 119 todas as manhãs para nele meditar e assim percorrer o salmo todo duas vezes ao ano; e isso, disse ele, fará vocês se apaixonarão por todo o restante das Escrituras”. E o Pr. Philipp dizia com frequência: “Toda a graça cresce conforme o amor pela Palavra de Deus cresce”.

• O Bispo de Edimburgo, George Wishart, (1662-1671), estava no cadafalso, para ser executado por sua fé, e segundo o costume da época, ele teve a permissão de escolher um salmo para ser cantado. Sua escolha foi o Salmo 119 e antes da metade do salmo, chegou uma carta de perdão e sua vida foi poupada. Interessante é que este bispo, tinha o mesmo nome do reformador protestante escocês George Wishart (1513-1546) um dos primeiros mártires protestantes queimados na fogueira como herege. Faltou pouco para que o bispo de Edimburgo tivesse o mesmo fim.

• O pregador e escritor Jonathan Edwards (1703-1758), conhecido hoje como um dos maiores pensadores norte americanos e que presenciou em sua época um poderoso avivamento espiritual escreveu: “Não conheço parte alguma das Escrituras Sagradas onde a natureza e evidência da verdade e sincera piedade, são tão plena e preponderantemente instadas e delineadas, como no Salmo 119”.

• O político britânico e líder do movimento abolicionista, William Wilberforce (1759-1833) foi um cristão consagrado, pregador da Palavra de Deus e conta-se que sempre que deixava o Congresso, ao final do expediente de cada dia, voltava para a casa a pé recitando as 22 estrofes desse magnífico salmo.

• O médico-missionário David Livingstone (1813–1873) recitava o Salmo 119 enquanto viajava pelo continente africano anunciando o evangelho da salvação em Cristo.

O fato é que o Salmo 119 é uma exaltação à graça de Deus em nos conceder Sua Palavra. Ele é também uma verdadeira oração. Cada versículo é mesmo uma súplica do salmista a Deus, e precisamos também nos colocar diariamente diante do Senhor orando versículo por versículo.

POR QUE O SALMO 119 É UM ACRÓSTICO?

Teria também este salmo sido escrito em forma de acróstico para ajudar-nos na memorização do mesmo? O fato é que há muitos versículos deste Salmo que, sendo memorizados, são uma fonte de bênção extraordinária para o nosso andar com Deus!

Agora, sem dúvida, a finalidade, o alvo, o objetivo, o intento que foi o de abordar as várias circunstâncias e dimensões da vida: sucessos, fracassos, vitórias, derrotas, prosperidade e adversidade, e numa forma de oração do salmista com o Senhor, e o uso de cada letra do alfabeto provavelmente mostrava que é necessário haver progresso na experiência de andar com Deus. Esta progressão é sugerida pelo alfabeto. Era o A a Z de uma vida em comunhão com o Senhor, abrangendo todas as áreas. No grego seria de Alfa a Ômega. No hebraico é de Alef à Tav. Há uma certa sequência a ser aprendida e seguida e de letra em letra podemos compreender melhor o que é necessário.

Olhando nesta introdução, perceba de uma forma panorâmica quais os degraus a serem subidos, ou quais as veredas a serem seguidas:

1ª Estrofe – versos 1 a 8 todos iniciados com a letra “Alef – א “
Tema: A SANTIDADE VEM EM PRIMEIRO LUGAR.
Este princípio está em toda a escritura: “…assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, porque está escrito: ‘Sejam santos, porque eu sou santo.'” (1 Pedro 1:15,16). A bem-aventurança, a felicidade real e verdadeira está intimamente ligada a uma vida santa. Este é o 1º Degrau.

2ª Estrofe – versos 9 a 16 todos iniciados com a letra “Bet – בּ”
Tema: A SANTIDADE TRAZ SATISFAÇÃO.
Enquanto muitos procurem a satisfação nas riquezas, na sabedoria, no poder, na satisfação dos seus desejo, jamais a encontrando, há um que já ouviu o: “Assim diz o Senhor : Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem o forte, na sua força, nem o rico, nas suas riquezas. Mas aquele que se gloria, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o Senhor e faço misericórdia, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor.” (Jeremias 9:23,24). Já descobriu que “o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite.” (Salmo 1:2). Pode então dizer como Jeremias: “Achadas as tuas palavras, logo as comi. As tuas palavras encheram o meu coração de júbilo e de alegria, pois sou chamado pelo teu nome, ó Senhor, Deus dos Exércitos.” (Jeremias 15:16). E o apóstolo João afirma que “para que a nossa alegria seja completa” (1 João 1:4)
é necessário andar na luz, como Deus que na luz está. Esta satisfação atinge todas as áreas da sua vida. Este é o 2º. Degrau.

3ª Estrofe – versos 17 a 24 todos iniciados com a letra “Guímel – ג” –
Tema: QUEM ANDA COM DEUS É PEREGRINO NO MUNDO.
Assim foram descritos os que andaram com Deus no Antigo Testamento: “Todos estes morreram na fé. Não obtiveram as promessas, mas viram-nas de longe e se alegraram com elas, confessando que eram estrangeiros e peregrinos na terra“. (Hebreus 11:13).
E assim é que se considera o andar dos crentes no tempo do Novo Testamento: “E, se vocês invocam como Pai aquele que, sem parcialidade, julga segundo as obras de cada um, vivam em temor durante o tempo da peregrinação de vocês.” (1 Pedro 1:17). Esse mundo não é nossa lugar. Não somos daqui. Nós estamos de passagem. E o apóstolo João deixou muito claro: “Não amem o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele.” (1 João 2:15). Este é o 3º. Degrau.

4ª Estrofe – versos 25 a 32 todos iniciados com a letra “Dálet – ד”
Tema: O PEREGRINO PASSA POR TRIBULAÇÕES.
Não há passagem mais tocante do que o registro que Lucas faz de Paulo sendo apedrejado e arrastado para fora da cidade Listra, sendo dado por morto. “Mas, quando os discípulos o rodearam, ele se levantou e entrou na cidade. No dia seguinte, foi com Barnabé para Derbe. E, tendo anunciado o evangelho naquela cidade e feito muitos discípulos, Paulo e Barnabé voltaram para Listra, Icônio e Antioquia, fortalecendo o ânimo dos discípulos, exortando-os a permanecerem firmes na fé e mostrando (os sinais das pedradas estavam patentes em seu corpo) que, através de muitas tribulações, nos importa entrar no Reino de Deus.” (Atos 14:19-22).
Assim foi também com os que andaram com Deus nos tempos do Antigo Testamento e que “passaram pela prova de zombarias e açoites, sim, até de algemas e prisões. Foram apedrejados, serrados ao meio, mortos ao fio da espada. Andaram como peregrinos, vestidos de peles de ovelhas e de cabras; passaram por necessidades, foram afligidos e maltratados. O mundo não era digno deles. Andaram errantes pelos desertos, pelos montes, pelas covas, pelos antros da terra.” (Hebreus 11:36-38).
Este é o 4º. Degrau

5ª Estrofe – versos 33 a 40 todos iniciados com a letra “Rêi – ה”
Tema: O AMOR AO SENHOR E À SUA PALAVRA VIVIFICA
Como explicar, ao longo de toda a história o incontável número dos que sofreram por amor ao Senhor e à Sua palavra e permaneceram firmes? O Senhor esteve com eles, e os animou e vivifico. E o próprio Senhor Jesus afirmou: “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele……… Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e o meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada. Quem não me ama não guarda as minhas palavras.” (João 14:21-24).

O apóstolo Paulo escreveu a Timóteo: “…as minhas perseguições e os meus sofrimentos, os quais tive de enfrentar em Antioquia, Icônio e Listra. Quantas perseguições sofri! Porém o Senhor me livrou de todas elas. Na verdade, todos os que querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos. Mas os perversos e impostores irão de mal a pior, enganando e sendo enganados. Quanto a você, permaneça naquilo que aprendeu e em que acredita firmemente, sabendo de quem você o aprendeu e que, desde a infância, você conhece as sagradas letras, que podem torná-lo sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus.” (2 Timóteo 3:11-15). Este é o 5º. Degrau

6ª Estrofe – versos 41 a 48 todos iniciados com a letra “Váv – ו”
Tema: A MISERICÓRDIA DE DEUS É QUE NOS AMPARA
Toda a caminhada até aqui, passando por todas as situações, cada passo no andar com Deus, todo e qualquer progresso na vida de fé, no enfrentamento dos obstáculos e das dificuldades, sem esmorecer, pelo contrário andando com confiança e perseverança, só foi possível porque a misericórdia do Senhor nos socorreu.
É tempo de recapitular a caminhada e considerar que é Deus mesmo quem o realiza em nós “tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade”. (Filipenses 2:12) E é pela Sua misericórdia que vivemos em conexão com Ele e podemos ser “irrepreensíveis e puros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta” dando testemunho diante de todos como “luzeiros no mundo, preservando a palavra da vida.” (Filipenses 2:15,16).
Podemos declarar que “as misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã……….. O Senhor é bom para os que esperam nele, para aqueles que o buscam.” (Lamentações 3:22-25). Este é o 6º. Degrau.

7ª Estrofe – versos 49 a 56 todos iniciados com a letra “Záin – ז”
Tema: FIRME NAS PROMESSAS

8ª Estrofe – versos 57 a 64 todos iniciados com a letra “Váv – ו”
Tema: CULTIVAR A VIDA DEVOCIONAL

9ª Estrofe – versos 65 a 72 todos iniciados com a letra “Têt – ט”
Tema: ESTAR CONSCIENTE DA BONDADE DE DEUS

10ª Estrofe – versos 73 a 80 todos iniciados com a letra “Iúd – י”
Tema: ANDAR HUMILDEMENTE COM DEUS

11ª Estrofe – versos 81 a 88 todos iniciados com a letra “Káf – כּ”
Tema: A BÊNÇÃO DE DEUS É QUE ENRIQUECE

12ª Estrofe – versos 89 a 96 todos iniciados com a letra “Lâmed – ל”
Tema: A IMPORTÂNCIA DE UM CORAÇÃO SÁBIO

13ª Estrofe – versos 97 a 104 todos iniciados com a letra “Mêm – מ”
Tema: A PALAVRA DE DEUS É FONTE DE ÁGUA VIVA

14ª Estrofe – versos 105 a 112 todos iniciados com a letra “Nun – נ”
Tema: CORAÇÃO TOTALMENTE ENTREGUE NAS MÃOS DE DEUS

15ª Estrofe – versos 113 a 120 todos iniciados com a letra “Sâmech – ס”
Tema: ESCONDIDO NO ESCONDERIJO DO ALTÍSSIMO

16ª Estrofe – versos 121 a 128 todos iniciados com a letra “Ain – ע”
Tema: DISCERNIMENTO DO BEM E DO MAL

17ª Estrofe – versos 129 a 136 todos iniciados com a letra “Pêi – פּ”
Tema:

18ª Estrofe – versos 137 a 144 todos iniciados com a letra “Tzádik – צ”
Tema:

19ª Estrofe – versos 145 a 152 todos iniciados com a letra “Kúf – ק”
Tema:

20ª Estrofe – versos 153 a 160 todos iniciados com a letra “Rêsh – ר”
Tema:

21ª Estrofe – versos 161 a 168 todos iniciados com a letra “Sin – שׂ”
Tema:

22ª Estrofe – versos 168 a 176 todos iniciados com a letra “Táf – ת”
Tema:

Que a meditação em cada um dos versículos deste precioso Salmo nos ajude a estarmos mais próximos do Senhor, amando-O, obedecendo-O e servindo-O de forma agradável e andando nos passos do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

A PORTA ESTREITA CONTINUA ESTREITA

A porta estreita não passou por reforma.
Ela continua estreita.
Não é inclusiva, é exclusiva.

Só passam por ela os arrependidos, nascidos de novo, pela fé em Cristo.
Não é um caminho para aqueles que acariciam e amam os seus próprios pecados.

“Não se enganem, pois os imorais, os que adoram ídolos, os adúlteros, os homossexuais, os ladrões, os avarentos, os bêbados, os caluniadores e os assaltantes não terão parte no Reino de Deus. Alguns de vocês eram assim. Mas foram lavados do pecado, separados para pertencer a Deus e aceitos por ele por meio do Senhor Jesus Cristo e pelo Espírito do nosso Deus”. (1 Coríntios 6:9-11).

“Quem está unido com Cristo é uma nova pessoa; acabou-se o que era velho, e já chegou o que é novo”. (2 Coríntios 5:17).

No Antigo Testamento o profeta Isaias afirmou:
“E ali haverá uma estrada, um caminho que será chamado de Caminho Santo. Os impuros não passarão por ele, pois será somente para o povo de Deus…” (Isaías 35:8)

E o profeta Jeremias recomendou:
“Ponham-se à beira dos caminhos e olhem; perguntem pelas veredas antigas, qual é o bom caminho; andem por ele e vocês acharão descanso para a sua alma…” (Jeremias 6:16).

E ouçamos o que nos diz o SENHOR JESUS CRISTO:

“Entrem pela porta estreita porque a porta larga e o caminho fácil levam para o inferno, e há muitas pessoas que andam por esse caminho. A porta estreita e o caminho difícil levam para a vida, e poucas pessoas encontram esse caminho. Cuidado com os falsos profetas!” (Mateus 7:13-15).

Tomemos o devido cuidado com os falsos profetas, que alargam a porta e que chegam com esta conversa de fazer com que a porta e o caminho sejam inclusivos!

“Eu afirmo a vocês que isto é verdade: eu sou a porta por onde as ovelhas passam. Todos os que vieram antes de mim são ladrões e bandidos, mas as ovelhas não deram atenção à voz deles. Eu sou a porta. Quem entrar por mim será salvo; poderá entrar e sair e achará comida. O ladrão só vem para roubar, matar e destruir; mas eu vim para que as ovelhas tenham vida, a vida completa. Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a vida pelas ovelhas”. (João 10:7-11).

Textos bíblicos da NTLH Nova Tradução na Linguagem de Hoje.

Veja aqui uma poesia que mostra ser Jesus o Caminho!

Escreva ao final desta postagem o seu comentário. Muito obrigado.

______________________________________________________________

Cântico que eu cantava quando criança:

O caminho é estreitinho, mas eu sempre seguirei,
Sempre seguirei, sempre seguirei;
O caminho é estreitinho, mas eu sempre seguirei,
Segurei nas pegadas do meu Rei!


Sempre, sempre seguirei a Cristo,
Onde quer que Ele for eu o seguirei;
Sempre, sempre seguirei a Cristo
Onde quer que Ele for, O seguirei!


Esta segunda estrofe é de autoria de Henry M. Wright. É o número 718 no Hinário “Hinos e Cânticos”.
A primeira não consegui localizar, mas sei cantar
.

VAI TUDO BEM – HINO EDIFICANTE!

No final deste texto você encontra o link que dá acesso à música baseada neste poema de MARY BOWLEY PETERS (1813-1856)

Nascida na Inglaterra, casou-se com o Pr John McWilliam Peters. Escreveu uma obra que foi publicada em sete volumes: “A História do Mundo desde a Criação até a Coroação da Rainha Vitória. Escreveu muitas poesias, muitas delas transformados em hinos. Em 1847 foi publicado um livreto com 58 hinos, muitos dos quais de sua autoria. Eles foram apresentados como “Hinos para Ajudar na Comunhão dos Santos”.

Os hinos de Mary B. Peters, demonstram que ela havia encontrado o seu tesouro em Cristo e na Palavra de Deus. “Obviamente havia encontrado “graça sobre graça” e tinha aprendido a seguir de “força em força”, na dependência do Senhor. A brilhante certeza da fé expressa nas letras que escreveu mostra que sua alma descansava no amor infinito e absoluto do Pai em Seu Filho, Jesus Cristo”.
(Frances Ridley Havergal). Também inglesa, poetisa e compositora de hinos tendo escrito melodias de hinos, tratados religiosos e obras para crianças. Wikipédia (inglês)

Veja a preciosidade da letra do hino ALL MUST BE WELL (Tudo ficará bem):

Por meio de Deus, nosso Salvador, tudo ficará bem.
Livre e imutável é Seu favor; tudo, tudo está bem.
Precioso é o sangue que nos curou,
Perfeita é a graça que nos selou,
Forte é a mão que se estendeu para nos proteger,
Tudo ficará bem!

Embora passando por tribulação, tudo ficará bem.
Nossa é a completa salvação; tudo, tudo está bem.
Feliz por ainda em Deus confiar,
Frutificando pois Cristo está em mim a habitar,
Firme pela orientação do Espírito,
Tudo ficará bem!

Esperando um futuro radiante; tudo ficará bem.
A fé cantando nos dias tristes; tudo, tudo está bem.
Confiando no amor de Deus Pai,
Jesus suprindo todas as necessidades,
Na vida ou na morte,
Tudo ficará bem!

Mary Bowley Peters (1813-1856)

Este poema/hino foi fonte de inspiração para Henry Maxwell Wright (1849-1931). Nascido na Inglaterra, foi missionário na Inglaterra, Escócia, Estados Unidos, Portugal, Açores e Brasil. Durante mais de 50 anos evangelizou povos de fala portuguesa. Como hinólogo, produziu, traduziu e adaptou muitos hinos que estão em praticamente todos os hinários de fala portuguesa.

No Hinário “Salmos e Hinos”, o hino 56 traz a letra de Henry M. Wright, baseado no poema de Mary Bowley Peters: VAI TUDO BEM

Pelo amor de Deus bendito, vai tudo bem!
Seu amor é infinito; vai tudo bem!
Esse amor nos tem provado
Em Seu Filho muito amado,
Que por nós foi imolado.
Tudo está bem!

Cristo conquistou vitória; vai tudo bem!
Assentado está na glória; vai tudo bem!
Seu amor é imutável,
Seu poder inabalável,
Seu cuidado é incansável.
Tudo está bem!

Na doença ou na tristeza, vai tudo bem!
Proclamamos com certeza: vai tudo bem!;
Pois, se Deus é quem nos guia’,
Ternamente nos vigia,
Com bondade noite e dia,
Tudo está bem!

Nos caminhos escabrosos, vai tudo bem!
Ou por mares tenebrosos, vai tudo bem!
A Jesus tudo obedece;
Sempre o mesmo permanece;
Nem um só dos Seus esquece.
Tudo está bem!

Quer na vida, quer na, morte, vai tudo bem!
Quão feliz é a nossa sorte! vai tudo bem!
Pelo sangue resgatados
E do mundo separados,
Sendo por Jesus guiados,
Tudo está bem!

Henry Maxwell Wright (1849-1931)
Inspirado em Mary Bowley Peters (1813-1856)

Quer conhecer a música?
Então acesse: https://www.youtube.com/watch?v=bOOPayg5zNY

Voz e Arranjos: Luiz Carlos Borges (IEC Januária-MG)
Organização: Assessoria de Comunicação UIECB – Pr. Sandro Cruz
Direito Autoral: Igreja Evangélica Fluminense

Por favor, deixe abaixo o seu comentário. Obrigado.

MEDITANDO EM FILIPENSES 4:2-8

Estando na militância
Pra o Evangelho ser pregado,
Pensemos em concordância
Com os que estão ao nosso lado.
E se surge dissonância
Seja o caso avaliado,
E o que o tom da dissonância
Seja logo harmonizado.

E demonstre nossa vida
Que vivemos em harmonia
Tendo em toda a nossa lida
Marcas de pura alegria.
E por Deus sendo ouvida
A oração, no dia a dia,
Nossa alma agradecida
Se enche de santa energia
.

E sejamos conhecidos
Por viver prudentemente,
Sempre em tudo apercebidos
Que o Senhor está presente;
De ansiedade desprovidos
Confiando em Deus somente,
Que ouve e atende os pedidos
Dando paz à nossa mente
,

Que está sempre ocupada
Com o que é verdadeiro,
Que tem qualidade honrada.
Com o justo, e por inteiro,
Que de impuro não tem nada.
Que é amável, não grosseiro,
Pois a mente é comandada
Por Jesus, Deus timoneiro.

Gilberto Celeti

Este é o texto da carta escrita pelo apóstolo Paulo aos cristãos que viviam na cidade de Filipos, conforme Filipenses 4:2-8:

Peço a Evódia e peço a Síntique que, no Senhor, tenham o mesmo modo de pensar.
E peço também a você, fiel companheiro de jugo, que auxilie essas mulheres, pois juntas se esforçaram comigo no evangelho, juntamente com Clemente e com os demais cooperadores meus, cujos nomes se encontram no Livro da Vida.
Alegrem-se sempre no Senhor; outra vez digo: alegrem-se!
Que a moderação de vocês seja conhecida por todos. Perto está o Senhor.
Não fiquem preocupados com coisa alguma, mas, em tudo, sejam conhecidos diante de Deus os pedidos de vocês, pela oração e pela súplica, com ações de graças.
E a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus.
Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o pensamento de vocês.

Se possível coloque mais abaixo o seu comentário. Muito obrigado.


Quer ler outras TEPOESIAS?
Tenho dois livros publicados pela Bunker Editorial

O Mistério do Natal
Sonetos para o Século 21
Adquira-os facilmente, on-line, na loja virtual de sua preferência: AMAZON – AMERICANAS – CARREFOUR – CASAS BAHIA – ESTANTE VIRTUAL – MAGAZINE LUIZA – UM LIVRO

PRECIOSAS SÃO AS HORAS NA PRESENÇA DE JESUS!

Preciosas são as horas
Na presença de Jesus!
Comunhão deliciosa
Da minha alma com a luz!
Os cuidados deste mundo
Não me podem abalar,
Pois é Ele o meu abrigo
Quando o tentador chegar.

Ao sentir-me rodeado
De cuidados terreais,
Irritado ou abatido,
Ou em dúvidas fatais.
A Jesus eu me dirijo
Nesses tempos de aflição;
As palavras que Ele fala
Trazem paz, consolação.

Se confesso meus temores,
Toda a minha imperfeição,
Ele escuta com paciência
Essa triste confissão;
Com ternura repreende
Meu pecado e todo o mal.
É Jesus o meu amigo,
O melhor e o mais leal.

Se quereis saber quão doce
É a secreta comunhão,
Podereis mui bem prová-la
E tereis compensação;
Procurai estar sozinhos
Em conversa com Jesus,
Provareis na vossa vida
Seu consolo e Sua luz!

Ellen Lakshmi Goreh (1853 – 1937)

Este hino é insuperável, em nos inspirar e motivar para estarmos em oração e em comunhão com Jesus!

Ellen Lakshmi Goreh, filha de Nilakantha (Neemias) Goreh e Lakshmibai Jongalekar, foi uma poetisa indiana, missionária cristã, diaconisa e enfermeira.

Seu pai era um brâmane que se converteu ao cristianismo e foi ordenado ministro. Sua mãe morreu quando Ellen nasceu e ela foi criada por cristãos e depois pelo missionário W. T. Storrs e sua esposa. Dos 12 aos 27 anos foi educada em Londres. Voltou para a Índia e trabalhou entre o seu povo em escola para meninas, atuou como enfermeira e foi superintendente de um orfanato. Escreveu muito, inclusive um livreto “Trabalho Evangelístico Entre Mulheres”

Escreveu livros de poemas, muitos dos quais foram musicados e transformados em hinos. O hino “Preciosas são as horas na presença de Jesus” é um dos mais conhecidos e está presente em quase todos os hinários, em todo o mundo. O título deste poema é “No Segredo da Sua Presença”!

Ellen Goreh, aos oitenta e quatro anos, partiu para a presença do Senhor, no Hospital Santa Catarina na cidade de Kanpur, nas margens do rio Ganges.

Gilberto Celeti

Textos de um peregrino a caminho da Pátria Celestial

www.alerocha.net/

Apenas um peregrino...

Gospel1 WE BORN TO BROADCAST HIM

Just another WordPress.com weblog

My Blog Divonsir Borges

Pesquisar,analisar,arquivar,divulgar.

biblioterapiaa.wordpress.com/

Palavra originada do grego. Biblion: todo tipo de material bibliográfico ou de leitura Therapein: tratamento, cura ou restabelecimento

Pregando a Verdade

Reflexões cristãs para o nosso dia a dia

Florencio1's Blog

Just another WordPress.com site

martinhochimene

A topnotch WordPress.com site

martinchimene

Martinho Chimene

APEC / Brasil

Proclamar a pessoa extraordinária de Jesus Cristo a todas as crianças, em todos os contextos e culturas é a prioridade máxima!

Pr Eber Jamil's Weblog

O CANTINHO DAS MINHAS IDEIAS...

TEOPOESIA

Textos de um peregrino a caminho da Pátria Celestial

%d blogueiros gostam disto: